De uma massa

by

Olho cansado, cavidade ocular coçando debaixo do tapa-olho Boris afundo o dedo. A cada movimento da unha contra a pele o prazeroso incomodo migrava cada vez mais para dentro da gruta. O longo dedo seguiu o estimulo até dedar uma massa. Assim que impactou o estranho objeto teve uma ereção algo que ele não tinha desde que o excesso de Viagra tinha feito à pressão arterial subir a tal ponto que o seu olho frouxo pulou para fora da cavidade a qual pertencia. Ou seja, quinze anos. Assim que sentiu o seu membro crescer em suas calças memórias foram projetadas todas referentes aos momentos de gozo de sua vida.

Maravilhado com a sua descoberta Boris não perdeu tempo foi para o orelhão mais próximo encontrou aqueles números de garotas de programa e ligou. Ligou para Cíntia “Topo tudo pão na chapa frango assado e a passarinho” ele nem sabia o que eram todas essas gírias no tempo dele as raparigas não usavam esses eufemismos. Marcou com ela de se encontrar num motel em um dado horário.

 

Encontrou se com a jovem, não era formosa, mas cilíndrica de grande diâmetro pelo menos não parecia ser um homem. Pediu que ela esperasse enquanto ia ao banheiro lá sem a coceira, mas tentando acertar o mesmo ponto enfio o seu dedo até a estranha massa. Bateu em um ponto e sentiu frio. Pressionou outro lugar e o seu braço esquerdo bateu violentamente contra a parede. Apertou outro lugar e com fome ficou. Cansado de errar com o braço doendo, com fome e frio decidiu enfiar o polegar que era longo o bastante e tinha uma digital maior do que os seus companheiros de mão. Nada ocorreu de diferente o braço se moveu, a fome apertou e o frio se intensificou enfio varias vezes o membro no buraco a força se do movimento se intensificou até que sentiu tudo. Todos seus músculos se contraíram, o seu falo cresceu semeou broxou sua boca gemeu. A prostituta de peso entrou no banheiro e viu aquele homem ridículo tremendo no chão com frio, fome e em grande sono. Pegou o dinheiro e vazou.

 

Anúncios

2 Respostas to “De uma massa”

  1. Aposto 1 Says:

    talvez a melhor história que já li

  2. BlackCat. Says:

    Deplorável para o pobre personagem, mas muito bonito.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: